segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Há dias assim !

Doce Harmonia   (Céu 2011)


“Doi-me a cabeça e o universo “
Fernando Pessoa



Os aromas trazem-nos à memória outros tempos, outros momentos.
Uns bons, outros nem por isso!

Despertei hoje com um cheiro que me fez lembrar a “quimio”.
Num instante, o mesmo sabor a metal, a mesma náusea e um-nem-sei-o-quê de repulsa tornou desconfortáveis o meu corpo e o meu cérebro.

 Que o dia iria correr mal, já era quase certo!
Senti-me encurralada.

Saí de casa.

Lembrei-me do assunto que tinha agendado para hoje.

E que teria de o tratar com alguém,  que por sinal, está sempre de mal com a vida e com os outros!

Pensei telefonar para desmarcar, pois não estava com paciência para ouvir lamúrias ou para que, à mínima contrariedade, me levantasse a voz ou fosse desagradável.

É estranho,  mas a maioria das pessoas confunde gentileza e amabilidade com “pieguice”, fraqueza ou “lamechice”.

Será que, por vezes, nos esquecemos que ao tomarmos atitudes a favor dos outros, as mesmas podem provocar ânimo, prazer e alegria?

E que o inverso também é verdade?
Será que nos preocupamos em tratar quem está próximo de nós com cuidado, “sem que a bondade seja associada à fraqueza”?

Que vergonha é esta que nos tolhe e nos impede de mostrar o amor, o carinho, o afeto, o respeito e até a compreensão pelas falhas dos outros?
Muitos dirão que isto é utopia, que as mudanças têm de ser estruturais, que dependem de todos e não de cada um.

Mas perdoe-se-me a minha ingenuidade, acredito claramente que uma formiga ao mudar de sentido no carreiro, pode fazer a diferença.
Imagine-se então se muitas a seguirem ...

(O "Zeca" foi um dos que tão bem cantou isto da formiga!)
Foi por isso que,  apesar da náusea, da indisposição, do “mau” sabor do café e das memórias dolorosas,  enfrentei o dia, disposta a não me deixar "levar" pelo humor negativo do meu interlocutor.

Talvez comece por lhe demonstrar que, e citando Almada Negreiros: “A alegria é a coisa mais séria da vida” .

 Ou que “É possível mudar as nossas vidas e a atitude daqueles que nos cercam simplesmente mudando-nos a nós mesmos” ( Rudolf  Dreikurs).     


Céu.




8 comentários:

IMaria disse...

parece qu afinal não foi desta, ohhhhhhhhhh....

Céu disse...

Obrigada querida !
És-me mesmo necessária ...ATÉ PARA ME PORES EM DIA.
Bjs

calhabécirculação disse...

Há dias assim, mas tu estás com uma força que revolve montanhas. Valente!

Céu disse...

Pedro,é tão bom ter Amigos como tu!
Obrigada.
Beijinho

Fashion Designer disse...

olá priminha
tambem já tenho um blog e pus o teu na lista de blogs que sigo!

muitos bjs marta

Anónimo disse...

María, leí hace poco un libro que es muy divertido y te puede ayudar a levantar esa sonrisa en caso de ser necesario. "Maldito Karma" de DAVID SAFIER. Ya me contarás si te gusta.

Besicos,
Martina

Anónimo disse...

Te dejo la portada del libro:

http://www.google.es/imgres?q=maldito+karma+portugues&um=1&hl=es&sa=N&biw=939&bih=578&tbm=isch&tbnid=yJypnN9AOQyGTM:&imgrefurl=http://www.shopmania.es/libros/p-maldito-karma-17280439&docid=9HwZEiR3IUjpUM&w=133&h=200&ei=l15WTsmNC-_Z4QTr26iUDA&zoom=1

BesooOOOooos!!!!
Martina

Céu disse...

Obrigada Martina,querida.
Sim, o sorriso é muito importante.
Há que mantê-lo, sempre!!
Saudades.